(43) 3336-8556

Materiais Educativos

ARTIGOS E E-BOOKS PARA DAR MAIS EFICIÊNCIA AO SEU LABORATÓRIO
13 jul 2018

5 práticas de gestão de resíduos para adotar em seu laboratório

//
Comentários0

Fazer a gestão de resíduos de forma adequada é muito importante para o laboratório, não é mesmo? Muitos materiais manipulados nesses ambientes são perigosos e podem poluir e contaminar o ecossistema no entorno se não forem tomados os devidos cuidados. O descuido com os materiais descartados também é alvo de severas punições pela legislação.

Assim, para administrar o laboratório, é preciso empreender esforços para garantir que os descartes sejam manuseados, armazenados, transportados e tratados de forma correta.

Neste post, vamos mostrar diversas práticas de gestão de resíduos para que o seu laboratório tenha sucesso nessa importante área do negócio. Ficou interessado? Continue acompanhando e entenda mais sobre o tema!

Qual a importância de uma boa gestão de resíduos?

A boa gestão de resíduos é fundamental para a preservação do meio ambiente. Muitos materiais utilizados em exames podem conter substâncias que são agressivas para a natureza. Esses resíduos podem ser tóxicos, radioativos, inflamáveis, corrosivos e podem contaminar os ecossistemas, gerando danos irreparáveis.

Assim, esses materiais não devem ser descartados na rede de esgoto convencional. É preciso fazer um manejo adequado, incluindo a separação, armazenagem, transporte e descarte corretos.

Outro fator importante é o de que o controle dos resíduos do laboratório é positivo também para preservar a saúde dos pacientes e evitar contaminações. Além disso, ao fazer um gerenciamento adequado do material descartado, a empresa constrói uma imagem positiva, demonstrando responsabilidade ambiental e social e respeito à legislação.

Uma gestão inadequada dos resíduos pode gerar multas severas para o laboratório. Dependendo da gravidade do problema, a empresa pode não ter recursos financeiros suficientes para remediar os prejuízos.

Dessa forma, é fundamental adotar uma postura preventiva no controle dos rejeitos. Com os cuidados adequados, a organização evita acidentes e encargos, além de proteger a sua imagem diante do mercado e também garantir a saúde dos seus colaboradores.

Como fazer uma boa gestão de resíduos no laboratório?

Agora que você já está ciente da importância da gestão de resíduos, veja quais são as melhores práticas de gerenciamento de rejeitos de laboratório!

1. Conheça e siga as regras e legislações sobre o tema

A empresa precisa estar sintonizada com a lei para evitar penalidades e também para manter uma imagem positiva no mercado. Um passo básico para se posicionar bem legalmente é ter um profundo conhecimento da legislação referente ao descarte de rejeitos.

Uma corporação que respeita as normas demonstra que tem compromisso com os clientes, com a sociedade e com a sustentabilidade. Obedecer aos padrões estipulados pelas autoridades governamentais é uma ação de uma empresa que reconhece a sua importância política e social dentro de um município.

2. Treine a equipe constantemente

Não só a direção deve conhecer os processos de gestão de resíduos, mas também todos os colaboradores que trabalham no laboratório. São os profissionais que, no cotidiano, lidam diretamente com o resíduo e fazem o tratamento ou a separação do material.

Dessa forma, é fundamental capacitar a equipe para que ela esteja hábil a lidar com os diversos descartes que são gerados no laboratório. Ofereça treinamentos efetivos e completos, estimulando os profissionais a aprender bem o conteúdo por meio de exercícios e atividades práticas. Além disso, desenvolva materiais para consulta, como manuais para a gestão de resíduos que fiquem disponíveis para todos os colaboradores.

3. Pense na segurança coletiva, ambiental e individual

A segurança deve ser pensada nas dimensões individual, ambiental e coletiva. É fundamental adotar um programa de prevenção de acidentes, pois qualquer equívoco pode gerar contaminações graves no meio ambiente. Além disso, é preciso manter a saúde dos colaboradores da empresa. Assim, a gestão de resíduos deve envolver uma série de medidas para minimizar danos para os profissionais.

É preciso pensar a política de gestão dos descartes da empresa priorizando a segurança geral e a preservação dos ecossistemas. Nesse contexto, todos os profissionais envolvidos devem estar protegidos e utilizando Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

4. Tenha os materiais devidamente identificados

Se os frascos e vidrarias não são devidamente identificados, os profissionais do laboratório ficam em risco. A substância pode ser tóxica e volátil, inflamável e corrosiva ou reagir de forma perigosa com outros materiais.

Isso expõe a equipe a um risco desnecessário. Para evitar acidentes no laboratório, é fundamental que todos os frascos, vidrarias e béqueres estejam rotulados. No caso de misturas, é preciso informar todos os componentes presentes, como os íons e solventes.

Com a rotulagem adequada, é possível garantir a segurança da equipe. Além disso, as empresas responsáveis pelo recolhimento de descartes de empresas exigem que todos os frascos entregues estejam devidamente registrados e com informes sobre a natureza do conteúdo.

5. Acondicione os resíduos adequadamente

O acondicionamento dos resíduos deve ser realizado de forma cuidadosa. Muitas substâncias não podem ficar próximas de outras, pelo risco dos vapores e partículas reagirem.

Além disso, há materiais que devem ser colocados em recipientes específicos ou o conteúdo pode ser degradado. Muitos resíduos precisam ficar em temperaturas mais baixas e longe do sol e do calor.

Dessa forma, é fundamental conhecer bem os descartes do laboratório e acondicioná-los de forma correta. Isso ajuda a evitar acidentes com profissionais e contaminações em meios naturais.

A gestão de resíduos no laboratório é fundamental para garantir segurança para a corporação, seus colaboradores e o meio ambiente. O cuidado adequado no gerenciamento de descartes permite evitar acidentes e assim proteger a natureza, a sociedade e os colaboradores da empresa.

Além disso, a imagem do laboratório também está em jogo. Qualquer descuido pode ser um pretexto para multas altas e para manchar o nome da organização.

Com o conjunto de medidas adequadas, é possível fazer uma administração segura dos rejeitos. Para isso, é importante conhecer bem as substâncias manuseadas, realizar a rotulação dos itens utilizados, armazenar as substâncias e misturas adequadamente e capacitar toda a equipe sobre o manejo dos descartes. Com todas essas medidas, você certamente vai alcançar bons resultados nessa importante área do laboratório.

Gostou de entender mais sobre a gestão de resíduos? Aproveite para baixar o nosso e-book e saber se a sua empresa está de acordo com a lei!

Deixe seu comentário

Vendas