(43) 3336-8556

Acreditação laboratorial:

o que é e como se preparar
5 set 2016

Acreditação laboratorial: o que é e como se preparar

O Selo de Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade de Laboratórios Clínicos, ou simplesmente Acreditação Laboratorial, pode ser adotado por laboratórios, governamentais ou não, de forma voluntária e deve ser realizado com periodicidade.

Ele é emitido por diversas Instituições Científicas devidamente reconhecidas, como o PALC, o ONA, o INMETRO e o DICQ — Sistema Nacional de Acreditação — que será apresentado neste texto.

A Acreditação concede à organização um certificado de avaliação de conformidade com um conjunto de padrões pré-estabelecidos, comprovando a implementação de um sistema de gestão da qualidade com capacidade organizacional e técnica, mas que vai além do reconhecimento deste sistema, preocupando-se com a organização como um todo, do pré ao pós-analítico.

A adoção do selo de Acreditação proporciona maior credibilidade ao laboratório que o possui, assegurando a qualidade dos diagnósticos, dos prognósticos e dos tratamentos.

Pré-requisitos para solicitar a Acreditação Laboratorial

Para dar início ao processo de Acreditação, é necessário que o laboratório solicitante possua, além do comprometimento da alta gestão e o envolvimento da equipe como um todo, uma série de documentos comprobatórios que possuam a descrição da sua estrutura organizacional e da sua identidade jurídica, além de seus processos de gestão de qualidade já existentes, sendo eles:

  • Manual de qualidade;
  • Procedimentos da qualidade;
  • Instruções de trabalho;
  • Formulários de registro;
  • Listas, planos e tabelas de controle de documentos;
  • Registros da sistemática do laboratório;
  • Processos de melhoria contínua.

Processo de requisição da Acreditação Laboratorial

Após organizar os documentos citados, o laboratório deve preencher a ficha de inscrição do laboratório clínico e o formulário de solicitação de Acreditação.

Estes dois formulários devem ser encaminhados ao DICQ, junto com os comprovantes de pagamentos das taxas referentes ao processo e a documentação para análise. Durante este processo, o DICQ pode solicitar melhorias ou ajustes no manual de qualidade.

Avaliação da requisição de Acreditação Laboratorial

Durante a avaliação da requisição, o laboratório deverá apresentar algumas documentações comprobatórias sobre sua situação subdivididas em basicamente 9 áreas:

  • Organização;
  • Estrutura física;
  • Equipamentos;
  • Reagentes;
  • Processos;
  • Documentação;
  • Segurança do trabalho;
  • Descarte de material biológico;
  • Medição, análise e melhorias do sistema de gestão da qualidade.

Assinatura do contrato entre o DICQ e o laboratório

O DICQ pode aceitar a solicitação de Acreditação ou indicar melhorias nos processos para que seja realizada, posteriormente, uma nova avaliação da requisição.

Marcação da data de auditoria inicial de Acreditação

Após a análise da documentação, marcam-se as auditorias da comissão de Acreditação para a avaliação da infraestrutura e dos equipamentos e o acompanhamento dos processos do laboratório.

Durante estas visitas, os auditores avaliarão estes pontos e emitirão um relatório que fará parte do processo de acreditação requerido pelo laboratório.

Emissão de Certificado de Acreditação pelo DICQ

Caso o laboratório receba uma avaliação positiva ao final do processo, será encaminhado um ofício junto ao Certificado de Acreditação e o Escopo de Acreditação emitidos pela DICQ, além do símbolo de Acreditação e sua autorização de uso.

O período de vigência do selo de Acreditação é de 3 anos, podendo ser revogado antes deste tempo caso ocorra a verificação de inconformidades na gestão de qualidade durante auditorias.

Pronto! Agora que você sabe como se preparar para a Acreditação Laboratorial, é só dar início ao processo. Mas, se ainda restou alguma dúvida, fique à vontade para nos perguntar nos comentários.

Deixe seu comentário