(43) 3336-8556

Materiais Educativos

ARTIGOS E E-BOOKS PARA DAR MAIS EFICIÊNCIA AO SEU LABORATÓRIO
5 mar 2018

Como escolher um sistema para laboratório de análises clínicas?

//
Comentários0

A escolha de um sistema para o laboratório é uma das decisões mais impactantes na hora de garantir o sucesso do negócio. Afinal, como em qualquer empresa, só com muita organização e boa gestão é possível reduzir desperdícios e eliminar erros administrativos. E um bom sistema de software permite justamente isso.

Quer descobrir quais recursos são essenciais em um bom sistema para laboratório de análises clínicas para que você possa fazer uma escolha inteligente? É só continuar lendo o nosso post!

Sistema LIS

Sigla para Sistema de Informação Laboratorial (Laboratory Information System, em inglês), o LIS tem como base uma programação própria para a gestão de processos em um laboratório de análises laboratoriais, seja ele a nível de diagnósticos médicos, farmacêuticos, alimentícios ou de saneamento.

Essa especificidade garante maior integração com os instrumentos do laboratório, maior facilidade para emissão de laudos, troca de dados e análise de indicadores e maior segurança no armazenamento de informações e no acompanhamento do fluxo das amostras.

Controle de amostras

O sistema de gestão precisa saber quais amostras já foram colhidas, quais já foram processadas, quais já foram analisadas, quais são prioridades, quais já foram descartadas, quais ainda estão armazenadas para possíveis reutilizações e onde na soroteca essa amostra está a cada momento.

Dessa maneira evita-se o transtorno de ter amostras perdidas ou descartadas antes da hora e ser obrigado a obtê-las novamente do paciente, dobrando os custos do exame. Também fica mais fácil para os funcionários planejarem o dia de acordo com o fluxo de amostras e o cliente pode ser avisado da emissão do laudo automaticamente.

Atendimento ao paciente

O atendimento na recepção é a porta de entrada para os clientes do laboratório e, por isso, deve ser feito de forma prática e eficiente. O cadastro e o pedido dos exames devem ser simplificados de forma a reduzir o tempo de espera e deve-se oferecer ao paciente meios de acompannhar em qual fase está seu exame e visualizar o laudo on-line ou via SMS.

Um paciente satisfeito se fideliza ao laboratório e traz novos clientes, aumentando a rentabilidade do negócio.

Organização da gestão de estoque

O controle de almoxarifado automatizado garante a oferta constante dos reagentes necessários para o funcionamento do laboratório, evitando que as atividades sejam interrompidas pela falta de material.

Além disso, como o controle é feito por lote e analisa a data de validade dos insumos, dá para planejar quais produtos devem ser usados antes para evitar desperdícios. Tudo isso evita que o laboratório sofra prejuízos financeiros e perca clientes por atrasos na emissão de resultados.

Integração completa

Não há dúvidas de que o bom sistema para laboratório de análises clínicas deve integrar todos os processos que ocorrem na empresa, desde a recepção do paciente até o controle da análise das amostras.

Com cobertura de todas as atividades do laboratório em um único sistema de gestão, não é necessário, por exemplo, ter um sistema para a área técnica de análise e outro para a emissão de laudos e envio do resultado. A duplicidade de sistemas aumenta a chance de erros, provoca a perda de dados, dificulta a atualização e atrapalha a análise de indicadores.

Para conferir detalhes sobre esses e outros recursos disponíveis no sistema Unilab, entre em contato com a nossa equipe!

Deixe seu comentário

Vendas