(43) 3336-8556

Gestão laboratorial: Custo, despesa ou investimento? Entenda as diferenças

14 jul 2016

Gestão laboratorial: Custo, despesa ou investimento? Entenda as diferenças

É muito comum ficarmos perdidos na hora de fazer a contabilidade do nosso negócio. Geralmente, temos formações na nossa área de atuação e ficamos distantes desses conceitos contábeis e administrativos, no entanto, eles não são menos importantes para as nossas empresas.

Ter noções de contabilidade ajuda você a organizar melhor os seus gastos, a planejar melhor as suas ações e, como consequência disso, você terá uma gestão mais eficiente do seu laboratório.

Com o objetivo de auxiliar a encontrar a melhor maneira de gerir os seus gastos, reunimos abaixo os conceitos e alguns exemplos de custo, despesa e investimento. Em tempos de crise, entender o significado de cada um desses pontos já vai fazer uma diferença muito grande na sua organização, no seu planejamento e nos seus resultados.

Afinal, compreender cada tipo de ação que você pode fazer com os recursos da sua empresa é fundamental para uma gestão laboratorial eficiente. Certo?

Custo

Os custos são um tipo de gasto corrente das empresas. Na hora de fazer a contabilidade, devem ser classificados como custos todos os gastos na aquisição de bens e serviços com a finalidade de produzir outros bens ou prestar outros serviços.

São exemplos de custo: matéria-prima dos produtos, energia gasta com a produção e salários das pessoas envolvidas diretamente com a produção ou com a prestação.

Despesa

A melhor maneira de entender o que são as despesas é contrapondo com os custos. As despesas são todos os outros gastos correntes das empresas que não são considerados custos, ou seja, que não estão diretamente envolvidos com a produção dos bens.

Geralmente, estão relacionados com a estrutura administrativa e comercial da empresa. Por exemplo: locação, transporte de funcionários, salário dos diretores e executivos, alimentação e publicidade.

Investimento

Os investimentos não são classificados como gastos correntes; eles são gastos de capital, pois são executados uma única vez. Estão relacionados à compra de bens como: computadores, máquinas, veículos, móveis e a manutenção de todos esses recursos. Capacitação dos funcionários também pode ser considerada como um investimento.

Defina bem os gastos correntes da sua empresa. Com o auxílio de um especialista, procure encontrar um equilíbrio entre os custos da sua produção e as despesas do seu negócio. Procure maneiras de reduzir ou, até mesmo, cortar alguns gastos.

Otimizar seus gastos correntes significa que você terá mais lucro sobre a sua atividade e poderá investir esse dinheiro na própria empresa. O investimento é fundamental para o sucesso de qualquer empresa.

Propiciar para seus funcionários um melhor ambiente de trabalho, boas máquinas e ferramentas, e uma boa capacitação tem impacto direto na qualidade dos bens produzidos e dos serviços prestados. Bens e serviços de qualidade implicam em clientes satisfeitos, que geram mais lucro e, assim, esse ciclo continua.

Esperamos que as dicas acima te ajudem a planejar e a executar melhor os gastos correntes e de capital do seu laboratório. Não deixe de procurar ajuda de especialistas para te auxiliarem nas tarefas administrativas do seu negócio.

Gostou do texto e das dicas? Ainda tem alguma dúvida sobre as diferenças entre custos, despesas e investimentos? Deixe o seu comentário.

Deixe seu comentário