(43) 3336-8556

Materiais Educativos

ARTIGOS E E-BOOKS PARA DAR MAIS EFICIÊNCIA AO SEU LABORATÓRIO
21 nov 2017

Qualidade: como aplicar o 5s em laboratórios de análises clínicas?

//
Comentários0

Dentre os diversos quesitos e certificações que um prestador de serviço na área de saúde precisa ter, o 5s em laboratórios de análises clínicas pode ser apontado como um dos principais devido aos benefícios oferecidos.

De origem japonesa e desenvolvida em 1950 para ajudar o país a se reerguer após a Segunda Guerra Mundial, essa metodologia pode ser aplicada tanto no ambiente profissional quanto na vida pessoal.

Ficou interessado? Então continue a leitura e entenda como a utilização dessa prática vai contribuir para o crescimento do seu laboratório de análises clínicas.

1. SEIRI – Senso de Utilização

O primeiro S se refere ao senso de utilização. Essa etapa consiste em avaliar o emprego dos materiais, reagentes, equipamentos, relatórios de controle de qualidade e demais insumos para a realização de um exame.

Após o levantamento de todos os itens existentes no seu laboratório, divida os materiais conforme o uso: frequente, sem uso ou utilizado esporadicamente. As regras de descarte dos resíduos biológicos devem obrigatoriamente ser seguidas.

A eliminação de tudo aquilo que não tem utilidade para o seu negócio contribui para o ganho de espaço, facilita a manutenção da limpeza e dos equipamentos, melhora a gestão de estoque e reduz custos — pois agora será comprado somente o que é essencial.

Agora que o ambiente possui apenas o que é essencial para o funcionamento do laboratório, as próximas etapas poderão acontecer.

2. SEITON – Senso de Organização

O próximo passo é desenvolver o senso de organização no seu laboratório. Esse é o momento de dar lugar aos materiais conforme a importância e a utilização de cada um, fixando padrões.

Para facilitar o entendimento dos funcionários, opte por aplicar ferramentas como painéis, etiquetas, estantes e demais meio de organizar o ambiente. Deixe os objetos próximos ao local de utilização para economizar tempo e aumentar a produtividade.

3. SEISO – Senso de Limpeza

Essencial em um local de prestação de serviço para a área de saúde, o Seiso define a importância de eliminar a sujeira, os resíduos e os objetos estranhos, ou seja, o piso, as gavetas, as estantes, os armários e o almoxarifado devem estar no mais alto padrão de limpeza.

Contudo, esse senso não se limita somente ao local físico de trabalho. Ter valores como transparência, honestidade e franqueza é essencial para promover um ambiente saudável, preservar os equipamentos e as ferramentas e reduzir o número de acidentes.

4. SEIKETSU – Senso de Padronização e Saúde

A fixação de cores, tabelas, placas, iluminação e localização é exemplo de padrões estabelecidos no Seiketsu. Como o senso também abrange a área de saúde, devem existir regras de verificação dos banheiros, refeitórios, uso de EPI etc.

Com a finalidade de manter a seleção, a ordenação e a limpeza, o senso de saúde e a padronização promovem um equilíbrio físico e mental do ambiente, melhora as condições de segurança e das áreas comuns do laboratório.

5. SHITSUKE – Senso de Disciplina ou Autodisciplina

Por fim, a última etapa da implementação do programa organizacional 5S consiste no comprometimento pessoal para manter as melhorias conquistadas nos outros sensos, ou seja, o processo de melhoria é contínuo e baseado nos padrões éticos e morais do grupo.

Com o envolvimento de todos, mesmo quando não estão sob supervisão, contribui para o aumento da produtividade, a melhoria das relações interpessoais, o cumprimento dos procedimentos internos e a melhoria do serviço prestado ao cliente.

Agora que você já sabe da importância do 5s em laboratórios de análises clínicas, que tal aprofundar seus conhecimentos sobre gestão? Temos um e-book com excelentes dicas de gerenciamento de laboratório. Baixe agora mesmo!

Deixe seu comentário