(43) 3336-8556

Por que ter um banco de dados dos clientes de seu laboratório?

23 maio 2016

Por que ter um banco de dados dos clientes de seu laboratório?

Nos últimos anos, a preocupação com a saúde vem sendo crescente. Novas doenças são diagnosticadas diariamente e inúmeros métodos e tratamentos começam a ser testados simultaneamente — e a tecnologia vem sendo uma grande aliada durante todos estes processos.

É indiscutível a importância dos serviços laboratoriais para a saúde, tanto no monitoramento quanto na promoção e na recuperação dos pacientes. Laudos clínicos são revelados por análises laboratoriais, podendo intervir a tempo na prevenção e tratamento de diversas patologias e doenças.

Sendo um serviço indispensável, a preocupação em reduzir ou eliminar erros deve ser alcançada. Estratégias de gestão da qualidade, por meio da informatização nos laboratórios otimiza o processo de organização das informações, ajuda no tratamento humanizado, facilitando as estratégias de marketing e de relacionamento com os pacientes.

No post de hoje, vamos mostrar como o laboratório pode utilizar a tecnologia a seu favor por meio de um banco de cadastro atualizado e de fácil acesso. Vamos lá então!

Segurança, produtividade e estratégia

A informatização pode significar um diferencial competitivo entre os laboratórios, que resulta em benefícios em todas os setores: aumento da produtividade, otimização do tempo, maior segurança na emissão dos exames, aumento da qualidade técnica e, principalmente, da qualidade no atendimento aos pacientes.

Quando um laboratório mantém um banco de cadastro atualizado, ele consegue definir o histórico do paciente e conhecer seu perfil. Além disso, não é preciso realizar novamente o cadastro do paciente, já que todas as informações estão armazenadas.

Com um sistema em rede, é possível que os profissionais de todos os setores possam deter de informações sobre o paciente, priorizando o que deve ser levado em conta na hora do atendimento, ou seja, um cadastro atualizado e de fácil acesso fornece uma consulta com maior qualidade e segurança aos profissionais envolvidos e com maior agilidade para os usuários.

Organização de dados

O registro correto das informações do paciente é uma grande vantagem para o laboratório. Com um banco de dados, é possível buscar um contato de um paciente para agendamento de exame, seu histórico e suas patologias, além de facilitar a busca e ter uma melhor padronização dos dados. Também é possível reduzir espaço físico e, ainda, otimizar o tempo que antes era gasto em fichas de papel, que poderiam ser facilmente perdidas ou danificadas.

Os dados digitais, quando tratados devidamente, garantem integridade, confidencialidade e inviolabilidade em relação as informações médicas e pessoais dos pacientes.

Facilidade de acesso aos resultados

A tecnologia vem contribuindo para gerar uma melhoria no atendimento aos pacientes, fortalecendo os laços de humanização e de acolhimento. Muito mais que prestar os serviços, é prestá-los com qualidade.

Quando o laboratório mantém um cadastro de dados atualizado, ele consegue melhorar os serviços oferecidos aos seus pacientes, como a possibilidade de acessar resultados de exames pela internet, armazenamento de todo histórico clínico, avisos de datas de exames e remarcações.

Além disso, o acesso aos resultados de exame online reduz o custo de entrega de exames físicos e a concentração de pessoas na recepção, já que não é necessário que o paciente retorne ao laboratório.

Pacientes foram os maiores beneficiados com a tecnologia, gerando conforto e facilidade ao dia a dia.

Gestão de relacionamento com o cliente

O ponto central na gestão do relacionamento com o cliente é sempre buscar um excelente atendimento e, que caso isso não ocorra, encontrar soluções que possam intermediar a resolução de um problema.

Se todos os profissionais, em todos os setores, estiverem alinhados com esta proposta, a experiência do paciente no laboratório será sempre satisfatória.

Sistemas de gestão vem possibilitando que informações sejam integradas e que os profissionais envolvidos no atendimento possam estar de posse das informações do paciente e proceder da melhor forma possível.

Conhecer o perfil do paciente atendido possibilita ao laboratório:

  • Identificar individualizadamente cada usuário, suas patologias, doenças e necessidades de tratamento;
  • Criar um relacionamento sólido entre o laboratório e o paciente — já que, cada vez que for preciso realizar qualquer tipo de exame ou procedimento clínico, será ele a primeira opção.

Como seu laboratório está lidando com a informatização? Ele mantém um banco de cadastro atualizado e de fácil acesso? Que tal compartilhar conosco suas experiências? Conta pra gente nos comentários.

 

Deixe seu comentário