(43) 3336-8556

Onde dedicar mais tempo, area tecnica ou administrativa do laboratório

23 set 2015

Como dedicar tempo a área técnica sem descuidar da administração?

Seu sonho é ter um laboratório de análises clínicas reconhecido no mercado? Você almeja transformar seu pequeno laboratório em um empreendimento de sucesso? Muitos biomédicos, médicos e bioquímicos nutrem esse desejo.  Mas ao tornar o sonho real encontram uma barreira: Muito conhecimento técnico e pouco conhecimento administrativo. Dessa forma, como conseguir administrar bem e se dedicar a área técnica ao mesmo tempo?

Se você é especialista em processos de execução de exames clínicos, certamente possui competência para gerar resultados confiáveis. Esta é uma parte essencial da análise clínica. Entretanto, como está o seu modelo de gestão? Você tem desenvolvido uma proposta de melhoria da gestão da qualidade dos seus serviços e processos?

Acompanhe agora nossas dicas para administrar bem seu laboratório e se dedicar a área técnica.

5 dicas para uma administração saudável

1. Tenha uma visão do mercado laboratorial:

O ramo de análises clínicas, como todo o setor empresarial, está passando por mudanças políticas, mercadológicas e sociais. Entre os maiores desafios estão os valores dos convênios, a disputa com grandes redes de laboratórios, as novas legislações e inserção de novas tecnologias. Mas um dos principais desafios é a capacidade de melhoria de gestão dos pequenos empreendedores. Para vencer no mercado laboratorial é preciso readaptação das diretrizes administrativas dos pequenos laboratórios, para que consigam sobreviver na disputa de mercado. É possível gerir bem seu negócio e ter mais tempo para se dedicar a área técnica.

2. Aprenda mais sobre administração:

Um laboratório de sucesso não tem que ser grande. Existem grandes empresários no ramo de análises clínicas donos de pequenos laboratórios. O segredo deles é o domínio das áreas de gestão empresarial e a adoção de práticas empresariais modernas. As principais áreas de gestão são:

  • Gestão Laboratorial: Execução dos exames e procedimentos, Gestão de equipamentos. Controle das fases pré-analíticas, analítica e pós-analítica.
  • Gestão de Pessoas: Admissão, Treinamento de Funcionários.
  • Gestão de materiais: Controle, compras, verificação da validade e eficácia dos reagentes.
  • Gestão de Informática – Instalação, execução e atualização de hardwares e softwares (Intercomunicação entre equipamentos e emissão de laudos).
  • Gestão Contábil: Regulamentação e documentação, Folha de Pagamento, Benefícios, Penalidades.

3. Adote um gerenciamento administrativo eficaz:

Uma vez que seu ponto forte são seus conhecimentos em saúde, é preciso organizar bem o setor administrativo de seu laboratório. Dessa forma, a gestão empresarial de seu negócio permanecerá equalizada sem que precise se descuidar da bancada de seu laboratório. Leve em consideração os princípios básicos de uma gestão eficaz:

  • Liderança participativa
  • Foco no cliente
  • Tomada de decisões
  • Envolvimento dos profissionais
  • Benefícios aos fornecedores
  • Melhoria continuada.

 4. Torne seu laboratório competitivo:

  • Qualificando sua mão de obra para manter crescimento na qualidade de serviços e atendimento.
  • Fidelizando seus clientes para garantir seu mercado tendo o cliente como principal motivo da realização do serviço e foco do negócio.
  • Reduzindo seus custos: Utilizando medidas diversas como compras coletivas e compras programadas.

5. Escolha um sistema informatizado eficiente:

A adoção de um software de gerenciamento administrativo tem sido a solução mais adotada por laboratórios de pequeno e grande porte. Ele possui uma representatividade muito grande no fortalecimento empresarial de um pequeno laboratório, pois proporciona menores custos com pessoal, maior rapidez nos processos, diminuição e controle de falhas, segurança dos resultados, melhor relacionamento com os clientes e facilidade de acompanhamento gerencial.

A Unilab oferece um software desenvolvido especialmente para laboratórios de análises clínicas. E o melhor é que esse sistema dispõe de recursos que abarcam todas as etapas processuais de um laboratório, com uma estrutura completa, funcional, intuitiva e confiável. Cada módulo atende uma etapa. Recepção, fases pré, analítica e pós-analítica, relacionamento com o cliente e faturamento. Um sistema completo para dar eficiência e competitividade ao seu negócio.

Com essas medidas você pode dedicar mais tempo para a área técnica sem descuidar da gestão. Você tem conseguido solucionar o dilema entre a gestão empresarial e gestão técnica em seu laboratório? Tem dúvidas? Compartilhe conosco nos comentários!

Deixe seu comentário