(43) 3336-8556

Materiais Educativos

ARTIGOS E E-BOOKS PARA DAR MAIS EFICIÊNCIA AO SEU LABORATÓRIO
29 jan 2018

4 riscos de não usar gerenciador de ambiente laboratorial

//
Comentários0

Cada vez mais a tecnologia faz parte dos aspectos que tangem as nossas vidas. E não é de se surpreender que ela também tenha chegado aos laboratórios.

Como não poderia deixar de ser, utilizar um gerenciador de ambiente laboratorial contribui para a organização de processos operacionais e administrativos da empresa, dada toda a automação proporcionada pelo software.

Isto é, um sistema torna possível centralizar todas as informações da organização e gerir a comunicação durante as atividades que são realizadas, além de unir os departamentos, viabilizando que os gestores consultem, de modo mais eficiente e mais ágil, todos os dados gerenciais.

Ficou interessado no assunto? Então acompanhe os tópicos a seguir e veja quais os riscos de não contar com uma solução de ambiente laboratorial!

Processos desconexos

Quando se tem uma ferramenta de gestão, os processos internos do laboratório podem ser administrados com maior facilidade, e de modo integrado. Ao realizar um exame, por exemplo, o profissional pode conferir, em um único repositório, todos os dados sobre o histórico de alergias e diagnósticos do paciente, informações requisitadas pelo médico, e muito mais.

Além disso, um sistema de gestão pode controlar o comparecimento dos pacientes, bem como avisá-los sobre os resultados de exames. Dessa forma, é possível gerenciar melhor os horários de agendamento do laboratório, bem como facilitar a comunicação com os pacientes.

Desperdício de tempo

A grande vantagem de um sistema gerencial para laboratórios é permitir que o profissional se mantenha livre para fazer o que realmente importa: realizar o diagnóstico.

A solução certa tem impacto expressivo em várias etapas do trabalho do ambiente laboratorial, tais como cadastros, agendamentos, confiabilidade no armazenamento das informações, agilidade para a marcação de consultas e emissão de receitas e informações financeiras.

Por último, um dos principais riscos de não utilizar um gerenciador de ambiente laboratorial é a carência da gestão financeira, normalmente, um área deixada de lado.

Armazenamento ineficaz

Muitos laboratórios ainda conservam o histórico dos seus pacientes e uma gama de outras informações importantes em papel. Dessa forma, os arquivos precisam ser encontrados manualmente, comprometendo um tempo que o profissional certamente não tem disponível.

Mas isso não é tudo: catalogar prontuários, atualizar relatórios e organizar o fluxo de caixa sem o auxílio de um sistema que possa centralizar e processar o volume de dados gerados diariamente no laboratório, é um método muito passível de erros.

Finalmente, é importante citar que os documentos em papel estão suscetíveis a intempéries climáticas, acidentes e falta de sigilo.

Comprometimento da credibilidade do laboratório

Além de tornar os processos mais cansativos e ineficientes, um dos riscos de não usar um gerenciador de ambiente laboratorial é prejudicar a imagem do laboratório, dando a entender que se trata de uma empresa que não conta com o uso da tecnologia, ou dispõe de métodos obsoletos de gestão.

É claro que existem imprevistos e dias fora do comum que acarretam em filas e morosidade no atendimento, mas quando isso é algo recorrente, é necessário reavaliar os recursos utilizados.

Você faz uso de algum gerenciador do ambiente laboratorial? Conhece outros riscos que os laboratórios que não utilizam esses sistemas correm? Deixe um comentário!

Deixe seu comentário

Vendas