(43) 3336-8556

Materiais Educativos

ARTIGOS E E-BOOKS PARA DAR MAIS EFICIÊNCIA AO SEU LABORATÓRIO
9 fev 2018

A importância de um inventário para gerir o estoque de um laboratório

//
Comentários0

Você sabe quais são os produtos que estão no estoque do laboratório que você administra? Em um primeiro momento, você pode até achar que isso não tem tanta importância, mas uma boa gestão do estoque é fundamental.

Ela não serve só para uma melhor qualidade nos serviços prestados por um laboratório, mas também para a otimização das finanças do estabelecimento.

Para que você possa ter um melhor controle de seu estoque, você deve conhecer o conceito de inventário. Então, é sobre isso que falaremos no post de hoje. Confira.

O que é um inventário?

É chamado de inventário o procedimento de logística no qual é feita a identificação, a classificação e a contagem de todos os produtos que estão no estoque de uma empresa.

Trata-se de uma contabilização de todos os itens que estão situados no estoque do seu negócio.

Qual a importância de um inventário nos laboratórios?

Assim como em outros segmentos, o inventário também é muito importante para os laboratórios de análises clínicas. Isso porque, com o controle dos produtos que estão no estoque, é possível ter uma noção de qual quantidade comprar de cada item e até mesmo se há a necessidade de realizar a compra naquele mês.

Em estoques de laboratórios, é comum a presença de produtos como reagentes químicos, que não têm mais utilidade quando o prazo de validade vence. É por isso que o gerenciamento de estoque também contribui para as finanças do local, pois é evitado o prejuízo com produtos vencidos.

Como fazer um inventário de estoque para um laboratório?

Realizar o inventário dos produtos de um estoque não é uma tarefa tão difícil quanto parece em um primeiro momento. Basta que você siga os cinco passos a seguir:

1. Faça uma lista com todos os tipos de produtos armazenados

Pegue papel, caneta e prancheta e prepara-se para catalogar todos os produtos que existem no estoque de seu laboratório.

Aproveite o momento para já organizar o ambiente, separando os produtos químicos dos materiais de coleta para exames como potinhos e seringas, por exemplo.

2. Crie códigos para os produtos

Feita a lista, você deve criar um código para cada tipo de produto. Os códigos ajudarão você a identificar cada produto quando for procurar por algo em específico.

Na elaboração do código, podem ser usados números ou letras e números, de acordo com sua preferência.

3. Classifique os produtos

É importante que os produtos do estoque também sejam classificados em categorias.

Você pode criar categorias chamadas de “materiais para coleta”, “materiais de escritório”, “produtos de limpeza”, “reagentes químicos”, entre outras.

4. Faça a contagem dos produtos

Após o término da classificação, você deverá fazer a contagem dos itens existentes no estoque.

Na sua lista, coloque a quantidade exata de cada tipo de produto que está disponível para uso.

5. Mantenha o controle de estoque atualizado

A última etapa do inventário de estoque é aquela em que você coloca tudo no computador.

Após isso, basta que a sua planilha de controle do estoque seja atualizada cada vez que um novo produto entrar ou sair do armazenamento.

Para obter relatórios e profissionalizar a gestão do seu estoque é necessário utilizar um sistema para gestão de estoque, como o fornecido pelo

Mantendo o estoque do laboratório em dia, você vai conseguir ter muito mais tempo para realizar outras atividades do seu dia a dia profissional, evitando perda de tempo e retrabalhos. Ainda tem alguma dúvida? Então, deixe um comentário.

Deixe seu comentário

Vendas